Publicidade

  • Publicado: 03 de Março de 2016
  • Duração: 01:07m

Moradores da zona rural recebem a Ação Braços Dados

A Prefeitura de Presidente Figueiredo, seguindo com o programa “Braços Dados”, realizou na manhã de hoje 25, mais uma ação, que leva atendimentos médicos e de cidadania para os agricultores e moradores do Comunidade do Rumo Certo, localizado no quilometro 165 da BR 174.

O programa levou diversos serviços e atendimentos do município aos moradores da zona rural. Os atendimentos foram realizados das 8h às 15h na escola municipal que atende a localidade.

O prefeito Neilson Cavalcante (PSB), acompanhado pela primeira dama senhora Érica Cavalcante, do vice-prefeito Jari Dutra (PROS), presidente da Câmara vereador Mário Roberto Caranha (PR), vice-presidente Simão Pacheco (PR), vereadores Anderson Leal (PTN), Patrícia Lopes (PMDB) e Jonas Castro (PSB), estiveram na Comunidade para acompanhar o andamento dos atendimentos que estavam sendo realizados.

O programa oferece aos moradores da zona rural, os mais diversos serviços que são realizados pela prefeitura nas secretarias e órgãos do município, mas que em decorrência da distância os moradores da área rural da cidade têm dificuldade de se deslocar até a sede do município para esses serviços devido ao transporte.

Durante todo o dia, os moradores da localidade receberam os atendimentos relacionados à saúde, nas seguintes especialidades: clínica geral, dermatologista. Outros serviços, como teste de glicemia, aferição de pressão, cálculo de IMC entre outros.

Na área de Social, atendimentos como: Cadastro do Bolsa família, emissão de RG, Certidão do Nascimento, fotografia e assessoria jurídica. De acordo com a secretaria de Assistência Social e Cidadania Thalita Gonella, o objetivo da iniciativa é desenvolver ações básicas na área de saúde e da cidadania para o atendimento ao trabalhador, produtor e à família rural visando a melhoria de sua qualidade de vida.

Devido à forte estiagem que atinge a região, centenas de agricultores ficaram sem o acesso de navegação devido à seca do lago. Muitos produtores da agricultura familiar perderam quase toda a produção, e o pouco que restou estão sendo escoado por um acesso feito pela prefeitura as margens do lago.

No início de Fevereiro, o prefeito Neilson Cavalcante (PSB), decretou situação de emergência por conta da estiagem que atingiu 12 comunidades rurais.

O governo do Amazonas atendeu ao pedido de ajuda humanitária feito pelo prefeito Neilson, e encaminhou 30 toneladas de alimentos não perecíveis para às famílias Afetadas pela seca no município.

Durante a Ação “Braços Dados”, que foi realizado no Rumo Certo. As cestas básicas, foram entregues às famílias que perderam suas produções e enfrentam dificuldades para se manter.

Dona Maria Raimunda de Andrade, mora na área da cacaia, a agricultora teve que abandonar o seu terreno devido à falta de água no lugar. “ Aqui na Vila tem mais condições pra eu conseguir água e alimento. Onde eu estava fica a quase 8 quilômetros daqui, o que eu vou ficar fazendo lá sem nada para comer, pois a seca acabou com tudo. Fico agradecido com esta ajuda que eu recebi, esta cesta veio na hora certa. A cesta está pesada, mais a necessidade faz com que eu nem sinto o peso para eu chegar até em casa e nos alimentarmos”, disse a agricultora.

As cestas básicas estão sendo distribuídas pela defesa civil do município, e do estado, juntamente com a Secretaria de Assistência Social do Município, outras comunidades atingidas ainda esta semana irão receber os donativos.

A prefeitura do município, vem levando auxiliando os moradores com água potável, carro pipa abastecem diariamente as comunidades afetadas pela estiagem. “ A prefeitura vem prestando assistência a essas famílias desde quando a situação se agravou. Já distribuímos mais de 200 mil litros de água, e agora o governo nos mandou 30 toneladas de alimentos, com esta ajuda humanitária vamos levar a todas as famílias que foram afetadas pela seca”, comentou o prefeito.

Segundo dados da Defesa Civil de Figueiredo, 3000 mil famílias equivalente a 12000 mil pessoas já foram atingidas pela forte estiagem.

Por: Francisco Carioca

Imagens e edição: André Amazonas


Comentários

Deixe seu Comentário

Seviços de produção de áudio

Produção de áudio em Presidente Figueiredo

Produções Profissionais de Áudio: Locuções, Spots, Esperas Telefônicas, Propaganda Política, Programas para Rádio, Áudio Off, Vinhetas

Saiba Mais